Em busca de aumentar lucratividade dos franqueados, Crepefy oferece quiosque itinerante para eventos

0
350

O crepe francês agrada o paladar de crianças a adultos e por isso é uma boa opção para aqueles que querem oferecer aos convidados excelência e qualidade quando o assunto é gastronomia em um evento.

Foi pensando em oferecer uma fonte de receita a mais a ser explorada pelo franqueado, que a franquia Crepefy criou o modelo Crepefy Events, que é onde o franqueado leva uma miniloja com estrutura modular para qualquer tipo de evento e serve os crepes como em um restaurante servidos à vontade, sem causar bagunça, cheiro ou fumaça.

André Augusto, diretor executivo da Crepefy explca que esse formato faz parte tanto do modelo loja de rua como também o quiosque, ou seja, o franqueado consegue ter a experiência da marca em três momentos de consumo diferentes: balcão (loja física), delivery (apps e iFood), e eventos corporativos e festas (Crepefy Events).

“Trata-se de um mercado de alimentação que vem crescendo e se tornando atrativo, por isso, criamos algo que possibilitasse o franqueado explorar uma nova vertente e aumentar sua fonte de receita”, explica o diretor.

Quiosque itinerante

A Crepefy Events é um complemento da loja que o franqueado já possui, ou seja, a essência da sua ideia é poder proporcionar a experiência da loja física em um local remoto. Para isso, o franqueado terá que investir R$ 10 mil para ter o quiosque itinerante. Essa opção de negócio é ideal para eventos corporativos, aniversários, e até mesmo feiras em condomínios, com duração média de seis horas. O quiosque é todo modular, de fácil montagem e transporte, e tem um tamanho médio de 3 metros quadrados.

Nesse formato, André explica que são necessários três colaboradores, dois operando o negócio e uma pessoa entregando os crepes nas mesas. Em média, cinco crepes são servidos por pessoa, e o cardápio também é diferente da loja convencional. Dos 40 sabores é selecionado 10, entre salgados e doces.

“Considerando que o franqueado consiga realizar eventos na maioria dos finais de semana no mês, é possível que ele gere um faturamento bruto em média de R$ 25 mil a R$ 30 mil”, explica o diretor.

Modelo de negócio

A Crepefy nasceu no final de 2022 e já soma 20 unidades espalhadas pelos estados de: São Paulo (berço da marca), Espírito Santo, Santa Catarina e Paraná, e em breve contará com unidade ativa nos Estados Unidos. O modelo de negócio é ideal para cidades a partir de 30 mil habitantes.

A rede oferece dois formatos para quem quer empreender: quiosque para uma área a partir de 6 metros quadrados e investimento inicial entre R$ 80 mil a R$ 110 mil, e o modelo store to go smart, modelo de uma pequena loja de rua, indicado para áreas a partir de 12 metros quadrados, onde é possível o cliente consumir no mesmo local, com investimento entre R$ 80 mil a R$ 130 mil. Ambos os negócios já estão inclusos a taxa de franquia, capital de giro e investimento com instalação e equipamentos. O faturamento médio é de R$ 25 mil mensal, com lucro líquido entre 18% e 25%, e prazo de retorno estimado entre 9 a 18 meses.

A Crepefy já nasceu com uma proposta internacional e entrega o crepe no mesmo moldes que o europeu, sem a necessidade de talheres e pratos, e sim em uma charmosa embalagem, sendo que a produção é finalizada de dois a três minutos, conforme a demanda.

Foto: Dot & Line Arquitetura