Supermercados: especialista lista cinco tendências para 2024

0
5337

Em um cenário econômico de constantes transformações, o setor supermercadista  encara um grande desafio: adaptar-se às demandas e expectativas dos consumidores. À medida que o ano de 2024 se aproxima, este desafio fica cada vez mais urgente, principalmente em um segmento que cresce a cada ano. Prova disso está no ranking da  Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) 2023, que revelou um aumento de lojas  do varejo alimentar de 92.588 em 2021 para 94.706 em 2022. O especialista em varejo alimentar, Leandro Rosadas, argumenta que os supermercados independentes precisam  inovar para sobreviver. “Os consumidores estão cada vez mais exigentes. Se os supermercados independentes não acompanharem as tendências, correm o risco de serem engolidos pelas grandes redes”, adverte Leandro, que identifica cinco tendências cruciais para o próximo ano.

Omnichanel – Ter uma estratégia omnichannel implica em unificar diferentes canais de  venda e comunicação, de forma que o cliente vivencie uma experiência similar nos diversos canais, seja no ambiente online e offline. “Em 2024, os clientes não abandonarão as compras virtuais, mas não deixarão de ir as lojas físicas. Por isso, os supermercados precisam oferecer os dois ambientes para que o consumidor opte o que é mais conveniente pra ele. O consumidor pode conferir preços no aplicativo e ir à loja para buscar o produto, por exemplo”, explica o especialista.

Ter responsabilidade ambiental – A preocupação com o meio ambiente é um assunto que permeia a cabeça dos clientes atualmente, principalmente a geração mais jovem. “É fundamental que os supermercadistas tenham um planejamento ambiental para o próximo ano e que isso seja refletido de forma transparente para o consumidor. Um exemplo de ação para diminuir o impacto ambiental é incentivar o uso de sacolas reutilizáveis, fazer parcerias com ONGs que reciclam materiais como caixas de papelão, oferecer locais para descarte de determinados produtos como lâmpadas, pilhas, entre outras ações. Realize campanhas que incentive essas ações por parte dos funcionários e clientes, isso fará com que muitos clientes se conectem com sua marca por identificar sua preocupação com o meio ambiente”, diz Leandro.

Oferecer um espaço em que o cliente possa fazer um lanche ou uma refeição –“Gerar uma experiência agradável e que traga conveniência para o cliente pode ser um diferencial. Se você tem uma padaria dentro do seu mercado com produtos de fabricação própria, coloque um balcão e uns banquinhos para que o cliente possa comer um sanduíche e tomar um suco naquele momento que está fazendo suas compras. Essa iniciativa não passará despercebida e o seu supermercado poderá virar o preferido do cliente”, pontua Rosadas.

Use a Inteligência Artifical (IA) – “Para o supermercado não ficar ultrapassado é necessário investir em tecnologia. A Inteligência Artificial pode aprimorar diversas áreas dentro da loja, por exemplo: analisar o histórico de compras e o comportamento do cliente para oferecer recomendações personalizadas de produtos. Isso aumenta as chances desse cliente comprar produtos adicionais que sejam de seu interesse, aumentando o ticket médio. Além de conseguir prever com maior precisão a demanda por produtos, permitindo que os supermercados ajustem seus estoques. Isso evita estoque excessivo ou falta de produto” revela o especialista.

Ofereça cashback – “Se você ainda não adotou essa estratégia, vale investir nessa ação,  pois é uma das melhores práticas para fidelizar clientes. Encontre uma empresa parceira especializada em cashback, como: Beblue, Méliuz, Mooba e divulgue ao cliente esse novo benefício que seu supermercado oferece. Quem determina o valor que volta para o cliente é o dono do supermercado quando fecha o contrato com a empresa escolhida, esse valor pode variar de 1% a 50%”, finaliza o especialista em gestão de supermercados, Leandro Rosadas.

Leandro Rosadas é economista e especialista em gestão de supermercados, hortifrutis, atacarejos, padarias e açougues. Formado em economia pela UFRRJ, o carioca já atuou como professor universitário e consultor no mercado de varejo. Hoje, Rosadas é considerado uma das maiores referências entre os especialistas do seu segmento, sendo responsável pela formação em gestão de mais de 9 mil proprietários de supermercados Brasil afora.

Foto: Divulgação