BFSHOW elevou o patamar das feiras de calçados no Brasil

0
245

A primeira edição da feira calçadista Brazilian Footwear Show – BFSHOW, que reuniu 137 marcas no Centro de Eventos FIERGS, em Porto Alegre/RS, elevou o patamar de mostras setoriais no País. Focada em transparência, negócios e oportunidades para empresas de todos os polos, portes e nichos de mercado, a feira realizada pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) e NürnbergMesse Brasil recebeu cerca de 7 mil visitantes do País e do mundo nos três dias de evento, gerando muitos negócios – que serão computados e divulgados em breve – e alinhavando outros para os próximos meses.

O presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira, destaca que a feira teve um “pontapé inicial” que surpreendeu até mesmo os mais otimistas. “A BFSHOW, por ser uma feira realizada pelo mercado para o mercado, ouvindo todos os atores desse elo importante da cadeia produtiva do setor, já nasce recuperando o prestígio das feiras nacionais de calçados”. Segundo ele, também o fato de ser uma feira focada em negócios e que recebeu mais de 150 compradores internacionais de 30 países, além de lojistas de todo o País, gerou não somente negócios imediatos, mas prospectou vendas para o restante da temporada. “Muitas vendas, que não foram fechadas in loco, estão alinhavadas. A feira, além da visitação expressiva, principalmente nos primeiros dias, foi efetiva, como deve ser um evento de negócios”, conclui.

Muito elogiada também foi a estrutura da BFSHOW, que foi organizada pela promotora alemã, com escritório no Brasil, NürnbergMesse. “Nós promovemos feiras em diversos segmentos econômicos e é a primeira vez que realizamos uma mostra calçadista. Estamos felizes com o resultado da parceria com a Abicalçados e de podermos unir nossa expertise com uma entidade que há mais de quatro décadas está dedicada ao desenvolvimento da indústria de calçados no Brasil”, comenta o CEO da NürnbergMesse Brasil, João Paulo Picolo. Entre os pontos destacados, tanto por expositores quanto por visitantes, está a estrutura e a recepção da feira, em local que conta com amplo estacionamento pavimentado, fácil acesso ao aeroporto internacional Salgado Filho, opções de restaurantes e lanchonetes, conexão wifi de qualidade, entre outros pontos.

Expositores

O gerente de Marketing da Ramarim (Nova Hartz/RS), Nelson Magagnin, destaca que a primeira edição da BFSHOW cumpriu o seu objetivo. “Tivemos uma boa visitação, principalmente nos primeiros dias. Abrimos novos mercados e recebemos clientes para relacionamento. Acredito que o ponto alto da feira, na capital, foi a estrutura e a logística facilitada ao evento”, avalia.

O diretor da Cactus (Jaú/SP), Renato Denardo, avalia que o ponto alto da feira foi a sua internacionalização. Tendo iniciado o processo de exportações no ano passado, a empresa prospectou novos mercados durante a BFSHOW, principalmente com países da América do Sul. “A BFSHOW é uma feira com grande potencial de crescimento. Em São Paulo, em maio, a feira será ainda maior, sendo que o estande coletivo de Jaú deve dobrar o número de empresas (6 para 12)”, destaca.

A opinião é compartilhada com Maurício Wendling, diretor da Calçados Wirth (Dois Irmãos/RS). Segundo ele, a BFSHOW já nasce internacionalizada, tendo recebido compradores de mais de 100 grupos de 30 países de todos os continentes. “A primeira edição da BFSHOW é a mais internacionalizada da qual participamos no Brasil nos últimos anos”, avalia. Nos três dias da feira, a calçadista recebeu compradores dos Emirados Árabes Unidos, Rússia, Itália, Portugal, Argentina, Chile, Equador, Guatemala, República Dominicana, entre outros.

A Savelli (Franca/SP) participou de uma feira “impecável”, sendo o seu diretor, Marcel Mendes. Ele ressalta que, apesar do momento econômico brasileiro e mundial, os resultados foram positivos. “As feiras são locais de relacionamento, onde se prospectam muitos negócios que ficam alinhavados para ocorrer futuramente. Recebemos clientes do Brasil, mas sobretudo do mundo, do Oriente Médio, Europa, África e América Latina”, ressalta.

Charles Werb, coordenador de Exportação da Itapuã (Cachoeiro de Itapemirim/ES), também destaca a qualidade dos contatos proporcionados pela feira. “Tivemos muitos negócios prospectados com compradores internacionais. O esforço da promoção da feira foi essencial para esse resultado”, avalia.

“Recuperou a relevância das feiras”

Por ser um evento gerador de negócios B2B (business to business), ou entre empresas, a feira comercial tem como objetivo principal gerar boas conexões e negócios para o abastecimento do varejo nacional e internacional. E neste ponto, a BFSHOW também deve destaque. Recebendo milhares de lojistas de todos os portes e partes do Brasil, a primeira edição da feira deixou os compradores ansiosos para a próxima edição, em maio do ano que vem, desta vez em São Paulo/SP. A lojista Silvia Léia Terno Ribeiro do Val, da Léia Calçados (Andradina/SP), destaca a qualidade da estrutura oferecida pela feira, que proporcionou conforto e agilidade para o trabalho. “Fechamos negócios, em uma mostra diferenciada”, conta. Segundo ela, apesar da digitalização e das grandes redes, a tradição e o contato olho no olho ainda concedem um papel fundamental para as feiras comerciais.

A lojista Maria Bethania Cavalcante, da Econis (Alagoinhas/BA), rede com mais de 50 lojas no Nordeste, foi enfática: “a BFSHOW recuperou o glamour e a relevância das feiras de calçados”. Encantada com a estrutura e recepção oferecidas, a compradora conta que o grupo realizou bons negócios com expositores de diferentes segmentos. “Além de comprar, selecionamos produtos para comprar na sequência. Mais do que gerar negócios, a BFSHOW também nos permitiu visualizar a montagem da nossa vitrine de Outono/Inverno, graças à quantidade e qualidade das novidades apresentadas”, conclui.

Qualidade internacional

O comprador da Nova Zelândia, Glen Maher, da Maher Shoes, ressalta que a feira o surpreendeu positivamente. “Não esperava ver esse número de marcas e de segmentos aqui, Viemos para comprar calçados masculinos e acabamos levando femininos também”, conta. E vai mais longe: “os estandes são mais vistosos e bonitos do que os da Micam”. O padrão internacional, segundo ele, faz com que a BFSHOW tenha um potencial “incrível” de crescimento nos próximos anos.

Marcelo Maurer, comprador da MP Imports do Paraguai, também destaca a organização e as facilidades de um evento pensado para o conforto do expositor e dos compradores. “Além de negócios, ficamos encantados com a hospitalidade e o tratamento. Ficou claro que cada detalhe foi cuidado com carinho para tornar a experiência excelente”, avalia, ressaltando que irá retornar para as próximas edições.

União

A BFSHOW foi uma feira realizada pela Abicalçados, organizada pela NürnbergMesse Brasil e patrocinada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A parceria oficial foi da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil). O apoio foi dos sindicatos das indústrias de calçados do Rio Grande do Sul, Bahia, Paraíba, Estância Velha, Sapiranga, Birigui, Campo Bom, Dois Irmãos, Jaú, Fortaleza, Farroupilha, Parobé, Franca, Igrejinha, Nova Serrana e Novo Hamburgo. A próxima edição da BFSHOW, que acontecerá no Transamérica, em São Paulo/SP, apresentará coleções de Primavera/Verão nos dias 21 a 23 de maio de 2024.

Foto: Abicalçados