Inspiramais assumiu intervenção pela sustentabilidade

0
485

O Inspiramais, salão que aconteceu entre os dias 24 e 25 de janeiro, no Centro de Eventos da FIERGS, em Porto Alegre/RS, além de fomentar negócios para os setores de calçados, confecções, móveis e bijuterias, deixou clara uma missão à indústria de fornecedores de materiais. A sustentabilidade, não somente no seu pilar ambiental, mas também econômico, social e cultural, esteve, mais uma vez, presente nos dois dias de salão. E não somente no discurso, mas na prática – e nos negócios.

A superintendente da Associação Brasileira das Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), Silvana Dilly, destaca que a principal missão do salão é intervir para acelerar o processo de mudança de cultura da indústria rumo à sustentabilidade. “Há pelo menos três edições, o Inspiramais vem trazendo o tema para o debate, que é fundamental para o planeta e para os negócios, já que o mercado, principalmente o internacional, vem exigindo produtos eco-responsáveis. O resultado foi que, nesta edição, triplicamos as opções de produtos sustentáveis apresentados no salão”, comenta. Segundo ela, a sustentabilidade deve estar além do discurso. “O que vimos aqui, no INSPIRAMAIS, foi a tangibilização de uma preocupação crescente na indústria com responsabilidade ambiental. Os compradores, principalmente os estrangeiros, ficaram muito surpresos com o que viram aqui”, acrescenta.

O diretor da RR Componentes, Robson Nascimento, ficou positivamente surpreso com a movimentação e as possibilidades abertas pelo INSPIRAMAIS. “Recebemos mais de 30 novos contatos de clientes potenciais no Brasil e também fora dele, especificamente de Portugal, Espanha, Peru, México e Equador”, conta, ressaltando que chamou a atenção, principalmente de importadores da Europa, as opções de componentes sustentáveis. “Um comprador da Espanha não sabia que tínhamos a certificação do Origem Sustentável. Assim que contamos, eles foram enfáticos que farão negócios conosco em função disso”, comemora Nascimento. Outro fator que tem favorecido os fornecedores de materiais brasileiros, segundo ele, é a migração gradual de compradores europeus da China para o Brasil. “Os mercados mais exigentes estão saindo da China em busca de produtos mais sustentáveis, qualidade e flexibilidade de lotes, já que os asiáticos trabalham somente com grandes volumes”, conclui.

Satisfeito com as possibilidades de negócios proporcionadas pelo INSPIRAMAIS, o diretor da Plastiluzzi, Oscar Bortoluzzi, ressaltou a qualidade dos visitantes desta edição. “A questão da sustentabilidade, mais do que em outros anos, esteve muito forte. O fato de termos trazido opções eco-responsáveis, como as tiras de EVA com 70% de índice de sustentabilidade, favoreceu os negócios”, comenta. Segundo ele, o estande recebeu, ao longo dos dois dias de evento, compradores nacionais e de países como México, Portugal, Espanha e Colômbia.

Negócios internacionais

As vendas internacionais geradas pelo Projeto Comprador, realizado no âmbito do By Brasil Components, Machinery and Chemicals, programa de incentivo às exportações do setor mantido pela Assintecal em parceria com a Agência Brasileira de Promoção das Exportações e Investimentos (ApexBrasil), foram o destaque de uma salão cada vez mais internacionalizado. De acordo com relatório divulgado, foram gerados mais de US$ 11,5 milhões entre negócios realizados in loco e expectativas para os próximos meses.

O comprador Cesar Alejandro Gaviola, do grupo Lunarar, da Cidade do México/México, deve fechar US$ 250 mil em negócios nos próximos meses. “A qualidade encontrada aqui no salão foi muito boa, além da variedade de opções”, avalia, ressaltando que também favorecem os negócios com os fornecedores brasileiros a entrega rápida e a flexibilidade de poder comprar lotes menores. “Também vimos muitos materiais sustentáveis que não encontramos no México”, acrescenta.

Outro importador satisfeito é Hugo Palacio, da Klahus Internacional, grupo sediado em Bogotá/Colômbia. Segundo ele, devem ser fechados, nos próximos meses, pelo menos US$ 150 mil em negócios com os expositores do INSPIRAMAIS. “Os destaques foram a inovação e tecnologia, quase sempre aliadas à sustentabilidade”, comenta.

Com mais de 150 expositores de materiais e componentes para os setores de calçados, vestuário, móveis e bijuterias, o INSPIRAMAIS é uma promoção da Assintecal em parceria com o Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) e Associação Brasileira das Indústrias de Mobiliário (Abimóvel). A realização é do programa By Brasil Components, Machinery and Chemicals e a parceria do Sebrae Nacional.

Foto: Divulgação