Os destinos mais procurados pelos moradores da região de Campinas para o segundo semestre de 2024

0
191

Praias paradisíacas destinados ao descanso como Ilha de Comandatuba (BA), Porto de Galinhas (PE) e Maceió (AL), no Brasil, Orlando – com mais de uma dezena de parques temáticos -, nos Estados Unidos, além dos cruzeiros. Estes são os destinos de viagens de lazer mais procurados para o segundo semestre e férias de 2025 pelos moradores da região de Campinas. É o que revela um levantamento realizado pelas franquias da Azul Viagens das cidades de Valinhos, Paulínia, Mogi Guaçu e Limeira.

Ao contrário de outros segmentos, a programação das viagens de turismo começa com até seis meses de antecedência, além de envolver a programação antecipada de gastos e organização. Esses fatores explicam o início das pesquisas de preços e reservas antecipadas em agências especializadas ainda no primeiro semestre.

De acordo com Marcello Barboza, gerente de vendas das franquias nestas cidades, destinos com praias têm sido os campeões de consultas e vendas, tanto para o segundo semestre, como para as férias de janeiro, na chamada alta temporada. No Brasil, Comandatuba, Porto de Galinhas e Maceió, são os destinos líderes de procura. Já entre os países internacionais, a preferência das famílias, influenciadas por filhos, é Orlando, na Flórida, por conta dos pesques temáticos.

Outra tendência para a temporada 2024 e 2025 percebida por Barboza são os cruzeiros pelas costas brasileiras, cada vez mais em alta entre os turistas nacionais. “Na temporada 2023 e 2024, o volume de viagens em cruzeiros no Brasil teve um crescimento de 30%, percentual esse que pode ser superado na próxima temporada”, explica.

Barboza explica que planejar uma viagem com antecedência é fundamental para o bolso, já que até 50% dos gastos são por conta das passagens aéreas, planejamento antecipado do orçamento e do roteiro a ser percorrido. “Contratados por meio de uma agência de viagens, os pacotes de viagem podem ser bem completos e ter tudo incluso (do transporte à hospedagem, passando pela programação de passeios e alimentação) ou apenas os itens que o cliente escolher, como passagens aéreas e reservas em restaurantes, por exemplo”, ensina.

Eduardo Porto, sócios e diretor de Marketing das quatro franquias, lembra que 64% dos brasileiros esperam aumentar gastos com viagens em 2024, segundo pesquisa organizada pelo Boston Consulting Group. “O turismo, tanto interno como internacional, está em alta, sendo que os gastos de brasileiros em viagens internacionais somaram US$ 3,38 bilhões no 1º trimestre de 2024, o maior valor para o período desde 2019, quando foi de US$ 4,2 bilhões”, acrescenta.

Foto: Freepik