Oportunidades de empregos no setor de celebrações em 2024

0
1761

Segundo o Presidente da ABCasa, Eduardo Cincinato, o mercado de celebrações é recente no Brasil, mas a perspectiva é de crescimento este ano da feira é de 7% e já registrou recorde de público em seus primeiros dias, superando o do ano passado. “O público do setor de festas é diferente de outras feiras, o comerciante e empresário vem com sede de novidade com vontade comprar, creio que vamos terminar com saldo positivo em relação a 2023”, prevê.

De acordo com as projeções do IEMI (Estudo de Mercado para o setor) para 2024, a estimativa é que o mercado de artigos para festas cresça 9% em volume de vendas no varejo e 15,1% em produção local. O setor de eventos foi um dos mais afetados pela pandemia do Covid-19, em 2020 e 2022. Desde 2023, o mercado vem ganhando mais força e aquecendo novamente. As expectativas de crescimento são altas, e a Celebra tem impulsionado este crescimento.

Em 2023, a indústria de artigos para festas empregou diretamente mais 82 mil pessoas (funcionários). Em 2024, estima-se que mais de 88.7 mil empregados, um crescimento de 7.9% comparado com o ano passado.

Em importações, temos uma projeção de crescimento de mais de 12.2% e para as exportações, a estimativa é que permaneça estável, em 2023 as exportações somaram US$18 milhões.

Para a ASBRAFE, parceira da ABCasa, o setor de lojas especializadas em festas, candies e confeitaria no Brasil registrou um crescimento de 26% no faturamento entre 2021 e março de 2024.

Os dados do setor em 2021 apontam que o faturamento total das lojas especializadas foi de R$17,1 bilhões. Segundo a pesquisa, o total gasto com remuneração foi de R$1,4 bi, já com encargos sociais, o gasto foi de R$ 2,1 bi, enquanto os custos gerais ultrapassaram a marca de R$ 6,5 bilhões.

O mercado de celebrações reúne os segmentos de Natal, Halloween, Confeitaria, Balões, Eventos Sociais e Parques, e está em constante crescimento. Isso porque os profissionais, que antes viam o setor de festas como um “complemento de renda”, hoje buscam se especializar em diversas áreas com o objetivo de ganhar mais espaço e competitividade no mercado.

Há um crescimento no consumo de artigos para Halloween, por exemplo, um mercado que cresce cerca de 30% ao ano. Isso resulta em oportunidades para quem quer se especializar na área de maquiagens e figurinos.

Dentro da cadeia de festas:

Os fabricantes e importadores de artigos para festas em geral. Desde as majestosas as árvores de natal, até as forminhas para os docinhos e os próprios insumos usados na confeitaria.

Profissionais decoradores, responsáveis por toda a organização e produção das festas.  Os artistas de “balões” é um mercado muito específico para quem quer se especializar “na arte do balão”.  A mão de obra que executa a parte operacional das festas, então a equipe de iluminação, equipe gráfica, videomaker, fotógrafo, bartender, cozinheiro.  O universo de celebrações é um oceano de oportunidades para todos os públicos e um segmento conecta-se com o outro.

Foto: Freepik