Tendências para 2024: descubra as paletas que farão sucesso

0
247

As cores desempenham um papel crucial no design de interiores, criando atmosferas e transmitindo emoções nos espaços em que vivemos. A cada ano, novas tendências de cores surgem, trazendo frescor e inspiração para nossos lares. E no ano de 2024, não será diferente. As cores que prometem estar em alta no design de interiores são vibrantes, expressivas e cheias de personalidade.

A designer Amanda Glória, que comanda a Amanda Glória Interiores, conta que a tendência deste ano dos tons terrosos na decoração e design seguirá com forte representação. E ela revela qual será a cor do ano, e acordo com o Sistema de Cores Pantone.

“A cor do ano será a Apricot Crush, que na sua tradução significa “Damasco Amassado”. O seu tom alaranjado nos remete à fruta, como o próprio nome diz, e reflete os anseios, sentimentos e tendências da sociedade”.

Amanda destaca que as principais marcas de tintas do mercado apostam em outras tonalidades que trazem sofisticação e sutileza aos ambientes – como tons azulados e rosas mais neutros – mas que seguem essa linha de cores mais clean.

“Viemos de uma tendência anterior de ambientes carregados de cores, alegres e vibrantes e hoje, ao olhar para essas cores sentimos que existe uma necessidade em desacelerar um pouco, refrescar a mente e manter o equilíbrio”.

Combinação de tons

As cores que serão tendência podem inclusive ser combinadas entre si para criar ambientes mais harmoniosos. “O tom azulado é complementar ao Apricot Crush, que é mais alaranjado e, utilizando as cores em conjunto, temos a complementaridade do círculo cromático. A cor oposta quebra o calor excessivo dos tons alaranjados e cria um equilíbrio nas sensações provocadas pelas cores”.

Aposta em bases neutras

Uma das sugestões de Amanda Glória, sobretudo na decoração de ambientes residenciais, é recorrer a bases neutras e adicionar cores a pontos específicos de cada cômodo, como pinturas pontuais nas paredes, painéis, peças de mobiliário e estofado. “Como a moda e as tendências se modificam com o passar do tempo, assim como as nossas necessidades e gostos, não precisamos passar por uma grande reforma caso optemos por reconfigurar um espaço, com alterações simples conseguimos dar uma cara nova em todo o ambiente”.

A influência da iluminação

Antes de escolher as cores que vamos utilizar em algum cômodo é importante observarmos atentamente o funcionamento desse espaço e como o sol ilumina o ambiente ao decorrer do dia. ”A iluminação natural interfere diretamente na paleta de cores da nossa casa. Onde há maior incidência de sol, por exemplo, podemos abusar de tons fortes e até mesmo mais frios e frescos, como azul e verde, para diminuir a sensação de calor excessivo. Já em fachadas para o sul, onde não existe incidência solar direta, tendemos a ter ambientes mais frios e escuros. Aqui, vale aquecê-los e trazer conforto com cores mais vibrantes e quentes como laranja e amarelo. Mas também é importante lembrar de respeitar nossos gostos e estilos, tudo isso alinhado a um estudo de um especialista pode transformar ambientes incríveis somente com as cores de paredes e objetos”.

Já quando não há uma grande incidência solar, a sugestão é trabalhar uma boa iluminação artificial em conjunto com as cores escolhidas. Dependendo da temperatura da iluminação artificial escolhida, há variações nas tonalidades das cores: “uma iluminação quente, por exemplo, pode mudar totalmente a tonalidade de uma tinta de parede em relação à cor fria. O ideal é fazer os testes nas diferentes temperaturas de iluminação e defini-las em conjunto antes de aplicar no local definido”, aconselha Amanda.

Fotos: Divulgação