Segurança é um dos fatores mais relevantes na hora de investir em sistemas inteligentes

0
493

Itens de segurança é um dos mais desejados pelos brasileiros, quando o assunto é ‘casa inteligente’, mostra levantamento inédito do Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País. Com a participação de 762 pessoas entrevistadas, o levantamento mostrou também que o conhecimento do tema ainda está dividido entre os respondentes: 50,52% têm noção sobre casas inteligentes contra 49,48% que não o dominam.

Entre os resultados coletados, a câmera de segurança (71,7%) é um dos fatores mais relevantes na hora de investir em sistemas inteligentes. Luzes e fechaduras eletrônicas também aparecem no topo da lista (com 64,7% e 64%, respectivamente). Quando questionados qual item comprariam se pudesse escolher apenas um, os itens de segurança se mantêm no topo da lista. Na sequência, produtos que trazem mais conforto para o lar, como Smart TV e Climatizadores, também aparecem bem colocados na lista de desejos dos brasileiros.

A pesquisa mapeou também que, entre os respondentes que já possuem algum dos sistemas inteligentes, Smart TV é a primeira entre os dispositivos. No entanto, 31% dizem não ter nenhum dispositivo inteligente dentro de casa.

“Ainda que boa parte dos brasileiros desconheçam o conceito de ‘casas inteligentes’, ele vem ganhando peso no mercado. Com os resultados dessa pesquisa pudemos ver o quanto a tecnologia dentro de casa é bem-vinda pela população, trazendo uma oportunidade para o mercado imobiliário”, afirma Angelica Quintela, gerente de marketing do Imovelweb.

De acordo com a Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial (Aureside), o uso de dispositivos de Internet das Coisas para casas inteligentes deve crescer 20% até 2023.

A pesquisa Casas Inteligentes foi realizada com usuários do portal entre 18 e mais de 55 anos nacionalmente. Entre os respondentes, 18,11% moram sozinhos, 26,9% vivem com os companheiros (as), 36,88% com companheiros(as) e filhos (as), 6,56% com os pais, 1,05% com um amigo (a).

Foto: Freepik