Novo comportamento do brasileiro faz franquia Crepefy apostar em vendas pelo aplicativo e delivery

0
216
Food delivery man with boxes with food

O celular realmente não sai das mãos das pessoas e hoje os brasileiros passam mais tempo em aplicativos. O aparelho se tornou um item essencial, já que tudo pode ser feito através dos aplicativos, desde assistir um filme, por exemplo, até mesmo pedir uma refeição.

Inclusive, basta a fome bater que é possível correr para ver o cardápio digital dos restaurantes, onde é só informar o endereço, selecionar o pedido e pronto: é só aguardar o seu pedido que ele será entregue onde você estiver.

É de olho nesse público que restaurantes e estabelecimentos comerciais vêm investindo no seu próprio aplicativo para delivery. André Augusto, diretor executivo da Crepefy, marca especializada no modelo europeu de crepe francês, conta que sentiu a necessidade de criar seu próprio app assim que a marca foi lançada no mercado no ano passado. Desde então viu o número de pedidos aumentar, algo tímido ainda, em torno de 7%, porém, acredita que esse cenário tende a crescer muito até o próximo ano.

“A pandemia mudou completamente o cenário desse mercado digital e aproximou empresas de seus consumidores, até mesmo aqueles que tinham receio de comprar algo online se viram dentro dessa transformação. A empresa do ramo de alimentação que não faz parte de algum aplicativo, seja ele próprio ou não, já está ficando obsoleto. O uso da ferramenta é essencial para manter a competitividade, e claro, ser visto”, analisa André.

Como funciona o app

O aplicativo da Crepefy é muito simples de usar e fazer o pedido. Basta baixar o app no Google Play ou App Store – o app leva o mesmo nome da franquia – o cliente seleciona o cardápio, informa o endereço e faz o pagamento. Pronto, finalizado o pedido!

André pontua que também é possível fazer o pedido da refeição pelo iFood, aplicativo parceiro da Crepefy. “Trabalhar com apps possibilita aumentar o faturamento do franqueado, inclusive, quando se faz parceria com outros apps de alimentação, ainda permite a marca se tornar mais conhecida na região de atuação. Hoje o delivery no setor de alimentação se tornou um hábito, e as empresas de alimentação devem investir cada vez mais para aprimorar o atendimento a essa nova demanda”, analisa o diretor executivo da Crepefy.

Tendência acelerada

O delivery de comida se tornou um hábito dos brasileiros, que tiveram essa prática acelerada ainda durante a pandemia da Covid-19. A pesquisa “Consumo Online no Brasil”, realizada pela agência Edelman e promovida pela empresa PayPal, tendo como referência dados de delivery de restaurantes até dezembro de 2021 mostra que 66,1% das pessoas introduziram na rotina essa prática, que até então antes da pandemia era de 40,5%.

André salienta que o delivery representa mais de 20% de todo o faturamento da franquia, que hoje possui 32 unidades comercializadas (sendo 12 ativas), presente em 11 estados brasileiros.

Para aqueles que preferem o delivery, a Crepefy investiu na embalagem que é no formato da logo da empresa, um charmoso fantasminha, preparada para manter o alimento aquecido para uma distância de até 40 minutos. Além do mais, a embalagem da Crepefy dispensa a utilização de pratos e talheres, o que torna ainda mais prático e eficiente o consumo.

A Crepefy é uma franquia semiautomática que possui gestão simples, onde o franqueado passa pela experiência em todas as etapas do negócio: gestão, atendimento e preparo. Todos os processos são automatizados, e devido a massa já vir pronta diretamente pela franqueadora (os insumos são comprados na região do franqueado), o preparo dura em média de 2 a 3 minutos para ser finalizado.

São mais de 30 sabores, entre salgados e doces, tendo como carro-chefe o crepe de frango com catupiry, e Nutella com morango com preços a partir de R$ 10,90. A cada mês a franquia lança um novo sabor como estratégia de agradar o paladar de todos, inclusive com opções fit e vegetariana. O cardápio ainda conta com saladas e sucos preparados na hora.

“Já notamos que é necessário estar presente também nas residências, o que faz do serviço de entrega essencial para o negócio. O cliente busca cada vez mais pela comodidade, qualidade e rapidez, essas são as três características do perfil do consumidor que acabou se tornando um hábito. Eles não abrem mão desse tipo de serviço”, finaliza André Augusto.

oto: Freepik