Oral Brasil lança “Projeto SP” e deve abrir 20 unidades no Estado de São Paulo ainda este ano

0
224

Investir no segmento de saúde, beleza e bem-estar tem se revelado uma ótima oportunidade de empreendimento. É o que mostra pesquisa da Associação Brasileira de Franchising (ABF) que apontou que esse segmento aumentou o faturamento em 21,5% em 2022 comparado ao ano anterior. Ele só fica atrás de hotelaria e turismo, que registrou 24,5% no aumento do faturamento.

As franquias odontológicas se destacam como uma boa alternativa dentro desse segmento. Os consultórios conseguem se manter estáveis mesmo em momentos de fragilidade da economia, por estarem ligados a saúde, higiene e bem-estar, ou seja, uma necessidade entre os brasileiros.

A facilidade para compra de equipamentos e materiais, além da possibilidade de não começar algo totalmente do zero, como um consultório independente, desperta o interesse de dentistas e até mesmo pessoas de outros segmentos investirem no franchising.

É acreditando nesse cenário que a franquia Oral Brasil, maior rede de clínicas odontológicas premium do país, chega ao Estado de São Paulo. De uma única vez, a empresa estará abrindo 20 novas unidades em cidades como Osasco, Guarulhos, Diadema, Mauá, Barueri, Santana de Parnaíba, Ribeirão Pires, São Bernardo do Campo, Santo André, Jundiaí, Cotia, Itatiba, Santo André, Ribeirão Preto, além dos bairros situados na capital paulista, como Jardins, Santana, Tatuapé, Butantã, Lapa, e Rebouças.

“O estado de São Paulo oferece um dos melhores ambientes de negócios do país. Não é à toa que a capital é considerada é a melhor cidade para empreender no Brasil, além de estar no roteiro de expansão de toda rede de franquia”, afirma Dionatan de Marchi, diretor executivo da Oral Brasil, rede que nasceu em solo gaúcho, em Canoas, no Rio Grande do Sul.

Franquia nível premium

A Oral Brasil possui atendimento premium porque preza pelo atendimento humanizado e de qualidade, e não em volume de atendimentos, além de focar constantemente em inovação. Para isso, possui uma estrutura de ponta, com equipamentos de última geração, e compreende na mesma estrutura física todas as etapas do atendimento, desde o técnico ao operacional, o que torna a marca com um dos maiores ticket médio do país, em torno de R$ 9 mil.

Atualmente a rede conta com mais de 100 unidades comercializadas e em processo de implantação espalhadas pelo Brasil, onde 92% dos franqueados possuem mais de uma unidade.

Para ser franqueado

Com o projeto de expansão, Dionatan explica que ainda há espaços disponíveis para adquirir a praça em algumas dessas cidades. A rede que trabalha com quatro modelos de negócios, justamente para este projeto está focando no modelo 3.0, que é o formato mais robusto da franquia, com espaço de 350 metros quadrados e atendimento para 4 a 6 consultórios. O investimento inicial é de R$ 1,430 milhão (incluso taxa de franquia + taxa de instalação + capital de giro), e faturamento bruto médio mensal de R$ 400 mil. O retorno do investimento está previsto em 24 meses.

Para esse projeto, os multifranqueados da rede também são convidados a dar um apoio no investimento, ou seja, se tornam sócios do negócio, já que entrarão com uma parte do investimento.

O diretor executivo e fundador da Oral Brasil explica que para investir no segmento não é necessário que o franqueado tenha formação em odontologia, já que poderá contar com equipe especializada e capacitada para atender os pacientes.

“Os franqueados não têm a necessidade da formação odontológica, pois o papel dele é ficar à frente do faturamento da unidade, tanto pela parte de vendas como também das ações de marketing que são fundamentais para um bom resultado da operação, mas tudo isso com treinamentos e orientações da franqueadora”, finaliza Dionatan.

Foto: Divulgação